Últimas Notícias

Cultivo de milho para produção de silagem

A silagem de milho é a mais utilizada pelos pecuaristas brasileiros, pois é uma cultura que pode ser cultivada em qualquer lugar do país

Como todos sabem, a cultura de milho é uma forrageira de grande importância para a pecuária leiteira brasileira. O volumoso mais barato é o que se encontra na pastagem, no entanto, há uma certa época do ano em que a pastagem é escassa, seja por falta de temperatura apropriada ou de chuvas. Desse modo, o pecuarista deve estar preparado para fornecer ao gado outro volumoso. Nessa hora, surge a importância da silagem, sendo que existem várias opções desta, entre elas, a de milho.
A silagem de milho é a mais utilizada pelos pecuaristas brasileiros, isso se deve ao fato de o milho ser uma cultura que pode ser cultivada em qualquer lugar do país, além de ser uma forrageira que fornece muita massa por hectare. A qualidade dessa massa, quando ensilada, é muito boa, devido ao nível energético dos grãos. Outra vantagem da silagem do milho é a aceitação por parte dos animais que a consomem.
O produtor rural deve ter em mente que, para se ter uma boa lavoura, é preciso começar a pensá-la, pelo menos, três meses antes do plantio. É preciso escolher uma boa área e, para isso, é importante que o produtor a conheça bem, a fim de que ele possa saber qual o melhor fertilizante para a lavoura.
Quanto à época correta para o plantio de milho, essa irá variar de região para região, mas se formos lançar uma regra geral para o plantio, esta indicará o período de início das chuvas. Assim que retirada a primeira safra, é possível fazer o plantio do milho safrinha, porém o produtor deve saber se na região a quantidade de chuvas é ideal para o plantio do safrinha.
Para essa produção, é importante que seja feito um planejamento antecipado, pois o produtor deve saber qual o número de animais que serão alimentados, qual a quantidade de silagem será fornecida por dia a cada animal e qual será o período que ele irá alimentá-los com essa silagem. Por exemplo, o produtor tem trinta vacas e dará por dia 20 Kg de silagem para cada, por um período de 120 dias. Ele irá gastar em torno de 80 toneladas de silagem, que poderão ser produzidas em 2 hectares de milho, caso seja uma lavoura boa.
O sucesso da lavoura irá depender de vários fatores, um deles é o híbrido que ele irá utilizar, ou seja, qual a semente que ele usará. Porém, isso é muito relativo, pois não existe apenas um híbrido para todo o país, e a resposta de cada semente irá depender do local onde foi plantada. Sendo assim, uma semente que é indicada para o Sudeste, pode não ser eficaz para o Nordeste.
Ao fazer o plantio, o primeiro passo que o produtor deve dar, caso ele utilize o plantio convencional (com arações e gradagens), é fazer a aplicação de um herbicida, logo após o primeiro dia de plantio. Esse herbicida é conhecido como pré-emergente ou pós-plantio. Tal aplicação irá garantir que as plantas daninhas não concorram com o milho. Depois disso, é importante que o produtor observe de perto a lavoura para ficar atento às possibilidades de pragas e doenças, para, caso apareçam, ele possa tomar as medidas necessárias.
Um procedimento muito importante e que o produtor deve ficar atento é quanto ao período certo de fazer a ensilagem, pois caso ele ensile o milho muito cedo ou muito tarde, irão haver perdas. A hora certa de ensilar o milho será quando as plantas estiverem com cerca de 35% de MS (matéria seca). Porém, não é muito fácil para o produtor fazer esse tipo de medição, sendo assim, ele deve observar alguns sinais que a planta dá, para saber qual é este momento. Um destes sinais é a textura do grão, que não pode estar nem muito em ponto de pamonha (líquido) nem muito duro.
Determinado o ponto de colhimento do milho, este deve ser colhido com uma ensiladeira e, ao mesmo tempo, deve-se fazer o picamento em tamanhos ideias, que variam em torno de 1 cm. Esse material picado deve ser colocado rapidamente dentro do silo, compactando-o para que seja retirado o ar de dentro do silo. Esse processo deve ser feito rápido, ou seja, o silo deve ser iniciado e fechado no mesmo dia.
Para mais informações a respeito do processo de silagem, consulte o curso Produção de Silagem, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas. O curso conta com a coordenação do zootecnista Josvaldo Ataíde Júnior.



Fonte: CPT – Centro de Produções Técnicas

CPT - Centro de Produções Técnicas

Nenhum comentário