Últimas Notícias

Embrapa seleciona viveiristas para multiplicação e comercialização de mudas do café Conilon BRS Ouro Preto

Por Renata Silva

A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), abre seleção de produtores de mudas interessados na multiplicação e comercialização de mudas da cultivar de café Conilon BRS Ouro Preto, desenvolvida pela Embrapa Rondônia. Podem participar do processo pessoas jurídicas e físicas inscritas no Registro Nacional de Sementes e Mudas (RENASEM), como produtores de mudas com habilitação para cafeeiro.

Neste processo a Embrapa está oferecendo 20 lotes de estacas dos 15 clones que compõem a cultivar Conilon BRS Ouro Preto. Cada lote será composto por 80 estacas de cada clone, totalizando 1.200 estacas, ao valor unitário de R$0,30 (trinta centavos). O viveiristas interessados devem enviar e-mail para [email protected], com cópia para [email protected] manifestando interesse. Serão considerados e-mails recebidos até o esgotamento dos lotes e os produtores serão atendidos conforme a ordem de recebimento dos e-mails. Mais informações na Embrapa Rondônia, nos telefones (69)3219-5036 ou 5058.

O edital completo está disponível no Portal da Embrapa Rondônia, ou diretamente no endereço http://bit.ly/2mwbGMS.


Café Conilon BRS Ouro Preto

A cultivar de café Conilon BRS Ouro Preto (Coffea canephora Pierre ex Froehner) é a primeira desenvolvida pela Embrapa, sendo resultado de estudo conduzido pela Embrapa Rondônia em parceria com o Consórcio Pesquisa Café, cujo programa de pesquisa é coordenado pela Embrapa Café. Ela foi obtida pela seleção de cafeeiros com características adequadas às lavouras comerciais do estado e adaptada ao clima e ao solo da região. Sua denominação é uma homenagem ao município de Ouro Preto do Oeste, centro pioneiro da colonização oficial do antigo território de Rondônia.

A Conilon BRS Ouro Preto é uma cultivar de ciclo intermediário composta de agrupamento de 15 clones superiores e compatíveis que associam boas características agronômicas e agroindustriais e estabilidade de produção de grãos na região dos trópicos úmidos e baixa altitude na Amazônia Ocidental. Os clones da cultivar caracterizam-se por apresentar plantas de porte médio a alto, copa multicaule, vigor elevado, frutos de formato oblongo, grãos chatos, longos e estreitos, típico da variedade botânica ‘conilon’. Além disso, é tolerante aos principais estresses climáticos observados nos polos de cafeicultura da região. A produtividade média da Conilon BRS Ouro Preto é de 70 sacas/há em sequeiro ou mais de 110 com irrigação.

Fonte: Embrapa

Nenhum comentário