Últimas Notícias

Setor agropecuário tem expansão em Mato Grosso

A agropecuária é o setor que mais impacta a geração de riquezas em Mato Grosso. Entre os 3 setores econômicos avaliados no 3º tri de 2017, a atividade cresceu 49,8% sobre igual período de 2016. Indústria e serviços cresceram, respectivamente, 2,6% e 1,7%. Os recordes de produção agrícola foram decisivos para elevar o crescimento do PIB estadual no período, afirma o coordenador de Estudos Socioeconômicos da Seplan, Eduardo Matsubara.

Durante 4 trimestres seguidos, o setor teve aumento de produção, com leve desaceleração no 3º tri/2017. Comparando o acumulado dos últimos 4 trimestres com igual período anterior, o PIB da agropecuária cresceu 48,4%. De janeiro a setembro, a expansão da atividade foi de 53,4%, na mesma base de comparação.

Também manteve desempenho positivo o setor industrial, impulsionado pela indústria de transformação, produção e geração de energia, com a entrada em operação de novas usinas hidrelétricas. Dentro da indústria de transformação, a fabricação de biocombustível foi a que mais ampliou a produção. Entre o último trimestre de 2016 e o 3º trimestre de 2017, a indústria local encolheu 1%. Sinaliza retomada da expansão com taxa acumulada de 1,1% entre janeiro e setembro de 2017.

A expansão do setor de serviços é evidenciada pelo aumento de 1,7% no 3º trimestre de 2017. No período de 9 meses, o desempenho ficou estável, com variação positiva de 0,7%. A variação acumulada entre o 4º trimestre de 2016 e 3º trimestre de 2017 ficou negativa em 0,3%. “A agropecuária é importante especialmente para as regiões que lideram a produção, mas movimenta outros setores e a arrecadação de imposto estadual com o consumo de insumos”, pondera o secretário de Planejamento, Guilherme Müller.

Ele acrescenta que os setores industriais e de prestação de serviços são fundamentais pela geração de emprego e renda permanente.

Nenhum comentário