Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2018

Vacinação de bovinos e búfalos contra a febre aftosa começa dia 1º de maio

Imagem
Aplicação permanece obrigatória e deverá imunizar 23,6 milhões de animais no estado

Começa na próxima terça-feira, 1º de maio, a primeira etapa anual de vacinação contra a febre aftosa em Minas Gerais. Produtores rurais terão até 31 de maio para vacinar bovinos e bubalinos, independentemente da idade. O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) é o órgão responsável pela gestão da campanha de vacinação em Minas Gerais e estima que deverão ser vacinados cerca de 23,6 milhões de animais.

A vacinação do rebanho permanece obrigatória e é a principal forma de se prevenir contra a doença. O produtor que não vacinar os animais estará sujeito a multa de 25 Unidades Fiscais do Estado de Minas Gerais (Ufemgs) por animal, o equivalente a R$ 81,25 por cabeça.

O mês de maio traz uma boa notícia para os pecuaristas de todo o país. Naquele mês, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) irá certificar como área livre de…

Produção mundial de café atinge 160 milhões e consumo 159 milhões de sacas no ano cafeeiro 2017-2018

Imagem
Café arábica corresponde a 61% com 97 milhões e robusta a 39% com 62 milhões de sacas de 60kg, da produção global
A produção mundial de café prevista para a safra 2017-2018 está estimada em 159,66 milhões de sacas de 60kg, volume que representa um crescimento próximo de 1,2% em relação à safra anterior. Essa performance positiva é atribuída diretamente ao aumento de 12,1% verificado na produção do café robusta, o qual compensou de certa forma uma ligeira redução de 4,6% ocorrida no volume produzido do café arábica, na comparação com o perído anterior. Os volumes de produção de café arábica e robusta foram estimados, respectivamente, em torno de 97,43 milhões e 62,23 milhões de sacas neste ano-safra 2017-2018 objeto desta análise.

Com essa produção estima-se que no ano cafeeiro 2017-2018 deverá haver um pequeno superávit de 778 mil sacas da produção em relação ao consumo, o qual será de 158,88 milhões de sacas. O ano cafeeiro 2016-2017 também apresentou superávit de 312 mil sacas; no e…

Mais do que matos, elas são as plantas alimentícias não convencionais (PANCs)

Imagem
Elas parecem muito com o mato, mas, na verdade, elas são alimentos que podem mesmo ser servidas no prato, seja pelo sabor ou valor nutritivo. Com um nome autoexplicativo, elas são as PANCs – Plantas Alimentícias Não Convencionais. Alimentícias devido ao alto teor nutricional dentro da dieta humana e não convencionais porque são muitas as pessoas que as confundem com “ervas daninhas”.

A falta de costume e pouco esclarecimento sobre o assunto fez com que as PANCs marcassem presença dentro do eixo de Tecnologia a Campo, na terceira edição da Tecnofam – Tecnologia e Conhecimento para a Agricultura Familiar, no município de Dourados. O assunto foi apresentado ao público pela Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) através do engenheiro agrônomo Sidney Kock.

A unidade demonstrativa de PANCs foi montada pela pesquisadora Liliane Kobayashi dentro das dependências da Embrapa Agropecuária Oeste, no município de Dourados.

Jambu, ora-pró-nobis, assa-peixe, folha de begônia, b…

Embrapa realiza curso sobre sanidade, prevenção e qualidade ambiental no manejo do zebrafish em experimentos laboratoriais

Imagem
O curso Sanidade, prevenção e qualidade ambiental no manejo do zebrafish em experimentos laboratoriais, realizado na Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) em abril de 2018, buscou o treinamento de alunos graduandos; pós-graduandos, estagiários e técnicos dos laboratórios que possuem experimentação com animais. Teve a parceria com o setor de Pós-Graduação em Biologia Animal da Unicamp com a participação da Professora Marlene Tiduko Ueta e dos alunos da disciplina de Sanidade, prevenção e qualidade ambiental em sistemas produtivos de peixe.

O Gestor Operacional do Laboratório de Ecotoxicologia e Biossegurança da Embrapa Meio Ambiente José Henrique Vallim, ministrou uma aula teórica abordando o tema do curso, descrevendo com detalhes as atividades de rotina e as experiências que adquiriu durante os anos que trabalhou com animais.

Márcia Ishikawa, pesquisadora responsável técnica veterinária dos Biotérios da Embrapa Meio Ambiente, coordenou a apresentação de casos e discussão sobre ocor…

Parceria entre MDS e Embrapa leva hortas pedagógicas para escolas do Semiárido

Imagem
O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) irá desenvolver uma metodologia de implantação de hortas pedagógicas no Maranhão (MA) e Piauí (PI). O termo de cooperação, assinado nesta quarta-feira (18) pelo ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame, e pelo chefe-geral da Embrapa Hortaliças, Warley Marcos Nascimento, tem como objetivo garantir a segurança alimentar e nutricional de comunidades com alto índice de vulnerabilidade social. Ao todo, serão investidos R$ 300 mil.

De acordo com o secretário nacional de Segurança Alimentar e Nutricional do MDS, Caio Rocha, é no ensino fundamental que adquirimos bons hábitos de alimentação. "Por isso a importância dessa parceria com a Embrapa Hortaliças, de construir uma horta completa, que possa dar o número de nutrientes recomendados para as crianças", ressaltou.

Serão selecionadas principalmente as escolas de zonas rurais. Com atividades lúdicas, de c…

O uso de modelos de sistematização do solo em terras baixas terá Jornada Técnica, dia 25

Imagem
Embrapa e Trimble preparam programação que irá demonstrar os diferentes modelos e suas vantagens para o produtor de arroz
A  Embrapa Clima Temperado (Pelotas,RS), em parceria com a Trimble, realizam no próximo dia 25 de abril, a partir das 9h, a Jornada Técnica Sistematização com declividade variada em terras baixas. A atividade voltada a produtores, acadêmicos, professores e técnicos ligados ao assunto quer oportunizar a apresentação de modelos de sistematização visando drenagem e irrigação com RTK.
Os modelos irão demonstrar para o público presente quais são os seus benefícios, quando o produtor decide por eliminar a presença de "lagoas" na lavoura de arroz. Serão confirmados os resultados para possibilitar a eliminação de todas as depressões (lagoas) na lavoura; reduzir em até 30% o comprimento de taipas; reduzir em até 70% o movimento de solo; e reduzir em até 75% a profundidade de corte. Durante toda a apresentação dos modelos serão feitas as comparações com os …

Sistema ajuda produtor rural a fazer recomposição ambiental em qualquer bioma brasileiro

Imagem
Com o objetivo de auxiliar produtores rurais no processo de adequação ambiental da paisagem rural, a Embrapa, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), o Ministério do Meio Ambiente (MMA) e diversas instituições parceiras desenvolveram uma ferramenta que faz recomendações personalizadas ao produtor rural para recompor a paisagem nativa de sua propriedade.

Chamada de WebAmbiente, a ferramenta estará disponível gratuitamente na internet e será lançada quarta-feira (28) às 10h30, no auditório do Ministério da Agricultura. Trata-se de um sistema de informação interativo que contempla o maior banco de dados já produzido no Brasil sobre espécies vegetais nativas e estratégias para recomposição ambiental. A ferramenta engloba todos os biomas brasileiros. 
Programa sugere espécies nativas e orientações de preparo

Ao acessar o sistema, o interessado tem à disposição o Simulador de Recomposição Ambiental. A ferramenta oferece sugestões de estratégias de recomposição e uma lis…

Pesquisa desenvolve solvente que facilita aproveitamento de resíduos vegetais

Imagem
Pesquisadores testaram com sucesso uma nova alternativa que pode facilitar o aproveitamento do bagaço de caju, e outros materiais semelhantes (lignocelulósicos) em biorrefinarias. Eles conseguiram separar os componentes do material utilizando um líquido iônico que apresentou vantagens em relação a outros tipos de reagentes. O estudo pode contribuir para o aproveitamento de resíduos agroindustriais ricos em celulose.

O material utilizado no estudo é formado por lignina, celulose e hemicelulose. Como todos os materiais lignocelulósicos, exigem um pré-tratamento para a separação da celulose dos demais componentes. Após essa liberação, a celulose pode ser quebrada em açúcares menores, então utilizados para a produção de diferentes moléculas dentro do conceito de biorrefinaria. O grande problema é que para pré-tratar o bagaço de caju, até agora, eram necessárias condições drásticas, como altas concentrações de reagentes, altas temperaturas e alta pressão.

Os pesquisadores resolveram, então…

Soja rende mais com forrageiras no Tocantins

Imagem
Plantar soja em solo cultivado com forrageiras pode aumentar em quase 50% a produtividade da oleaginosa. É o que concluiu o trabalho de pesquisa de Carlos Andrade, em sua dissertação de mestrado desenvolvida na Universidade Federal do Tocantins (UFT) e que contou com a participação da Embrapa. Um dos que colaboraram foi o analista da Embrapa Pesca e Aquicultura Francelino Camargo. O foco do trabalho de Andrade foi a região de Cerrado do Tocantins, que possui mais de 90% de seu território nesse bioma.

Andrade explica que, como a região é composta por áreas com diferentes características, o potencial de produção e produtividade das culturas não é o mesmo, assim como não são semelhantes as condições do solo e do clima e, portanto, os resultados dos cultivos também são diversos. Com essa multiplicidade de condições, é preciso entender melhor as áreas de Cerrado em regiões menores ou mais específicas. Foi esse o enfoque do trabalho de Andrade, que concentrou seus experimentos em Gurupi, mu…