Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2018

Índia abre mercado à carne suína brasileira

Imagem
O país mais que duplicou as importações de produtos do agro do Brasil neste ano
O Ministério da Agricultura recebeu, terça-feira (25), informação sobre a abertura de mercado na Índia para a carne suína brasileira e seus produtos. “Agora, compete ao setor privado brasileiro atuar para que as exportações aconteçam e que o produto seja bem recebido pelos consumidores indianos”, comentou o ministro da Agricultura, Pecuária e abastecimento (Mapa), Blairo Maggi.
A alíquota do imposto de importação para esse tipo de produto na Índia é de 30%, com exceção da salsicha, que é de 100%. Além do imposto de importação, o importador paga também um GST (equivalente ao ICMS) de 12%. Mas a carne suína importada no país não compete com a carne local, que tem público consumidor diferente. Até então, o principal fornecedor de carne suína para a Índia tem sido a Bélgica.
No último mês, o governo indiano já havia autorizado a importação do Brasil de embriões bovinos “in vitro”. Foi uma conquist…

Acre e Rondônia devem vacinar contra aftosa pela última vez no ano que vem

Imagem
Campanha deve ocorrer em maio, como prevê o Plano Nacional de Erradicação da doença, que completou um ano e será avaliado agora em outubro Os resultados do primeiro ano de execução do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA) serão discutidos entre os dias 1º e 5 de outubro, por integrantes do Departamento de Saúde Animal (DSA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), de serviços veterinários oficiais (SVO), das Superintendências da Agricultura (SFA) e dos quatro laboratórios oficiais (Lanagros), que fazem a sorologia da aftosa. As reuniões serão realizadas na Escola Nacional de Gestão Agropecuária (Enagro), em Brasília.

O PNEFA completou um ano no último dia 20. Na avaliação do departamento, o plano está dentro do cronograma previsto e não teve qualquer alteração. Com isso, os estados do Acre e de Rondônia, deverão ser os primeiros a fazer a última campanha de vacinação contra a aftosa em maio do próximo ano. O Paraná, qu…

Rede BioFort quer alcançar 20 milhões de famílias até 2020

Imagem
É meta da Rede BioFort, que é o conjunto de projetos que trabalham pela biofortificação de alimentos, alcançar 20 milhões de famílias no mundo até o ano de 2020. É meta também da rede atingir um bilhão de consumidores de produtos biofortificados até 2030. A revelação foi feita na manhã desta quinta-feira 27, em Teresina, pela pesquisadora da Embrapa Marília Nuti, diretora da aliança HarvestPlus na América Latina, ao falar na Oficina de Monitoramento de Ações e Alcance do Projeto na região Meio-Norte.

Lembrando que pelo menos dois bilhões de pessoas ainda “sofrem com a falta de nutrientes no mundo”, com destaque para países da Ásia, África, América Latina e Caribe, a cientista disse que os cultivos biofortificados e liberados avançaram e já estão em mais de 30 países. Em outros 60 países a rede trabalha testando cultivares com altos teores de ferro, zinco e beta caroteno. São produtos como arroz, trigo, milho, milheto, sorgo, mandioca, batata-doce, batata inglesa ou comum, banana, f…

Artigo sobre reserva em propriedade rural pode ser regulamentado até fim do ano

Imagem
Depois de reunião de representantes da Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura com Blairo Maggi, diretor do Ipam disse apostar nessa data para concluir último pleito feito ao ministro
Representantes da Coalizão Brasil Clima, Florestas e Agricultura se reuniram nesta quinta-feira (27) com o ministro Blairo Maggi (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) para tratar da regulamentação do artigo 41 do Código Florestal Brasileiro, aprovado em 2012. André Guimarães, diretor executivo do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM) espera que até o fim deste ano o decreto com a regulamentação do artigo seja publicado.
O artigo 41 do Código Florestal estabelece que as reservas florestais e áreas naturais das propriedades rurais possuem valores, sejam eles de biodiversidade, de carbono, ou outros atributos de conservação de água. No entanto, o artigo não determina quem paga, de que forma o produtor poderá ser ressarcido, que tipo de contrato pode ser feito com base na re…

Embrapa licencia produtores de sementes de cupuaçuzeiro

Imagem
Está aberto edital para o licenciamento de produtores interessados em produzir e comercializar sementes da BRS Carimbó, cultivar de cupuaçuzeiro desenvolvida pela Embrapa. Os produtores habilitados podem ainda comercializar as mudas provenientes das sementes da cultivar.
Acesse aqui o edital de oferta pública de sementes básicas da cultivar de cupuaçu BRS Carimbó Além de apresentar grande resistência à vassoura-de-bruxa, a principal doença do cupuaçuzeiro no estado do Pará, a BRS Carimbó produz boa quantidade de frutos e serve tanto para produção de polpa quanto de sementes. "A escolha de uma boa semente é fundamental na implantação de pomares de cupuaçu. É o primeiro passo, pois das boas sementes originam-se plantas vigorosas, que produzem boa quantidade de frutos com resistência à vassoura-de-bruxa", confirma o pesquisador Rafael Moyses Alves, que trabalha com cupuaçuzeiro há 20 anos e é o responsável pelo desenvolvimento dessa cultivar lançada em 2012 na região N…

Inscrições abertas para IV workshop de Nichos de Mercado para o setor agroindustrial

Imagem
A Embrapa e o Sebrae promovem nos dias 7 e 8 de novembro, em Fortaleza (CE), o IV Workshop Nichos de Mercado para o Setor Agroindustrial. O objetivo é apresentar soluções tecnológicas para os mercados regional e nacional de produtos, serviços, processos e startups nos segmentos de alimentos, biológicos, biotecnologia, nanotecnologia e ornamentais, além de debater casos de sucesso, rodadas de negócios tecnológicos, tendências das cadeias produtivas no Nordeste e as contribuições da bioeconomia para o mercado de nichos.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet, até 30 de outubro, clicando aqui. As rodadas de negócios tecnológicos destinam-se exclusivamente às empresas contatadas pela coordenação do evento e previamente inscritas, bem como às Unidades que tiveram soluções tecnológicas selecionadas para esse workshop.

O workshop pretende reunir cerca de 200 participantes, entre empreendedores, pesquisadores e empresas do setor agropecuário e agroindust…

Sebastião Barbosa será o novo presidente da Embrapa

Imagem
Sebastião Barbosa, pesquisador aposentado da unidade de Algodão da Embrapa, será o novo presidente da empresa que é vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Barbosa substituirá Maurício Lopes, também funcionário da empresa que, ao encerrar sua gestão, em segundo mandato, voltará à função de pesquisador. A posse está prevista para o próximo dia 10 de outubro, depois de publicada sua nomeação que será assinada pelo presidente do Conselho de Administração da Empresa (Consad), o secretário executivo do Mapa, Eumar Novacki.
A escolha, feita dentro de processo previsto na Lei das Estatais e no estatuto da Empresa, teve 16 concorrentes. Desse total, três foram selecionados, depois de análise de currículos, e, entrevistados pelos integrantes do Consad.
A mudança não inclui os três diretores-executivos, que assumiram o cargo em julho de 2017 e permanecem, já que possuem mandato de dois anos e ainda renovável. A sucessão não deverá alterar o proces…

Mapa amplia medidas para barrar eventual ingresso da peste suína africana

Imagem
O Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) está ampliando as medidas de vigilância sanitária que visam evitar o ingresso do vírus da Peste Suína Africana (PSA) no Brasil. O diretor interino do DSA, Ronaldo Teixeira, alerta que “as ações de vigilância e o envolvimento por parte da sociedade brasileira (empresas, técnicos, produtores, passageiros e órgãos públicos) são fundamentais para manter a suinocultura do Brasil livre da doença que tem se alastrado em várias partes do mundo. Já atingiu o Leste da Europa, Ásia, África e Rússia. No Japão, em agosto, foi registrado foco, inclusive, da forma clássica da doença. No Brasil, a PSA foi erradicada em 5 de dezembro de 1984 e o país foi declarado área livre da doença.
Todos os setores do Ministério ligados à defesa agropecuária, junto com os órgãos estaduais de sanidade agropecuária e instituições públicas e privadas que atuam na produção, industrialização e comércio de suínos, …

Traga seus vídeos para serem publicados gratuitamente no site da Agroales TV

Imagem
Você possui ou administra um canal no YouTube que fala sobre algum assunto ligado ao #agronegócio? Traga seus vídeos para serem publicados gratuitamente também no site da Agroales TV e tenha acesso a vasto público segmentado que realmente está interessado na #agricultura #pecuária #jardinagem #máquinasagrícolas e correlatos ao agronegócio. Se ficou interessado entre em contato conosco pelo e-mail [email protected]. AGROALES TV - O canal do agronegócio! Visite nosso site https://tv.agroales.com 🤠🇧🇷️

Abertas inscrições para o Prêmio Rural Sustentável

Imagem
Podem participar produtores, técnicos e entidades que participam do projeto nos biomas Amazônia e Mata Atlântica

Estão abertas e vão até o dia 15 de outubro as inscrições gratuitas ao Prêmio Rural Sustentável - Sustentabilidade para o Desenvolvimento Rural. A premiação total atingirá R$ 450 mil, dividida entre as categorias previstas. A iniciativa é voltada aos beneficiários do Projeto Rural Sustentável com a finalidade de reconhecer e disseminar os exemplos de boas práticas e tecnologias aplicadas à agricultura de baixo carbono em Unidades Demonstrativas e Multiplicadoras cadastradas no Projeto com vista a promover o desenvolvimento e a redução da pobreza no meio rural.
Podem concorrer produtores, técnicos e instituições (ATERs) devidamente cadastrados no projeto que tenham Unidades Demonstrativas (UDs) e/ou Unidades Multiplicadoras (UMs) aprovadas. Na categoria de produtores e técnicos serão contempladas práticas, inovações tecnológicas ou gerenciais ou ações de regulariz…

Projeto visa ensinar boas práticas agrícolas na produção de hortaliças

Imagem
Como o objetivo principal de fomentar a produção de hortaliças baseada nas Boas Práticas Agrícolas, para obtenção de alimentos livres de contaminação biológica ou química, a equipe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Hortaliças (Brasília, DF) está conduzindo um projeto um prevê treinamentos e instalações de Unidades de Referência Tecnológica (URT) em quatro diferentes localidades do país.

As regiões contempladas com o programa de capacitação são: Picos, no Piauí; Belém, no Pará; Arinos, em Minas Gerais; e Brasília, no Distrito Federal. “A proposta de capacitação de agentes multiplicadores está embasada na divulgação de técnicas de cultivo que propiciem a produção e a colheita de hortaliças seguras, beneficiando o meio ambiente e os consumidores”, sintetiza a agrônoma Flávia Clemente, que lidera o projeto iniciado em abril do ano passado.

Além dos cursos para técnicos e agricultores, as URT são ferramentas importantes para integrar os atores envolvidos com a diss…

Novas tecnologias para controle da mancha amarela em trigo

Imagem
A mancha amarela é uma das principais doenças do trigo na Região Sul do Brasil, favorecida pelo plantio direto que garante alimento para o fungo entre os cultivos. Na última década, ela tem aparecido com maior frequência também nos cultivos da Europa e Canadá. O cenário de mudanças climáticas deixa em alerta importantes centro de pesquisa do mundo para o aumento na incidência de doenças no trigo, com a formação de parcerias na avaliação de novas tecnologias para controle de doenças emergentes no cereal mais plantado no mundo.
Em busca de um melhor controle da mancha amarela em trigo, a Embrapa e a Universidade de Aberystwyth (Reino Unido) criaram uma rede de colaboradores, com a participação da Universidade de Curtin (Austrália), Universidade de La Plata (Argentina) e a Epamig (Minas Gerais, Brasil). O projeto vai estudar a doença visando o desenvolvimento de ferramentas de identificação e detecção precoce da doença. Serão utilizadas tecnologias de fenotipagem rápida co…

Embrapa e IWCA lançam publicação pioneira sobre mulheres do café

Imagem
Elas estão conquistando cada vez mais respeito e visibilidade no cenário produtivo nacional e internacional, representando o segundo maior produto de exportação mundial, marca registrada de vários países: o café. Historicamente envolvidas na cadeia produtiva da cafeicultura, milhares de mulheres – até então anônimas -  estão ganhando espaço e revelando sua presença em todos os contextos relacionados à atividade. No Brasil, fazem parte de uma parcela de mais de 500 milhões de pessoas em todo o planeta que, segundo o Banco Mundial, dependem do café para sobreviver.

Prova dessa evolução e da necessidade da valorização do papel feminino foi o lançamento do e-book Women in coffee in Brazil, na segunda-feira (17), durante a reunião da Organização Internacional do Café (OIC) em Londres, no Reino Unido. A publicação é resultado de um trabalho pioneiro desenvolvido pela Embrapa e a Aliança Internacional das Mulheres do Café (IWCA Brasil), com apoio do Programa Coopergênero do M…

Volume exportado de carne bovina in natura é recorde para agosto

Imagem
Além de soja, especialmente em grão, também o segmento de celulose vem se destacando nos resultados do acumulado no ano
A quantidade de carne bovina in natura comercializada no exterior apresentou recorde mensal no resultado de agosto, com 144,42 mil toneladas negociadas, aumento de 17,6%, e de 13,5% de crescimento em valor (US$ 590 milhões). A alta foi registrada apesar da queda do preço médio (- 3,5%) no período, conforme o Boletim da Balança Comercial do Agronegócio divulgado pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) nesta sexta-feira (14). Os principais destinos foram a China, com 33,3 mil toneladas (+23%), e Hong Kong, com 26,6 mil toneladas (+18%) da carne bovina in natura.

As exportações do agronegócio, entre janeiro e agosto, foram de US$ 68,52 bilhões (+4,7%). Essa elevação ocorreu em função, principalmente, do aumento do volume exportado, que subiu 3,8% no período analisado. As importações no …

Atenção aos detalhes faz a diferença no cultivo do feijoeiro

Imagem
A perda de apenas um grão em cada vagem em uma lavoura de feijão pode acarretar um decréscimo de até 14 sacos de feijão por hectare, ou seja, o equivalente a R$ 1.575 a menos no bolso do agricultor, com o valor da saca de feijão tipo carioca a R$ 112,50. Confira a cotação do feijão aqui.

Esse dado foi apresentado pelo pesquisador Cléber Guimarães em dia de campo realizado em 30 de agosto na Fazenda Boa Vista, em Formosa (GO), em evento promovido pelo Grupo Técnico de Consultores de Feijão (GTEC-Feijão), com a coordenação da Syngenta, MIAC e Embrapa, para difundir novos conhecimentos e tecnologias disponíveis para o fortalecimento da cadeia produtiva do feijão no cerrado brasileiro.

Para o cálculo, Cléber Guimarães levou em conta uma produtividade de 3.400 quilos por hectare com espaçamento de 50 centímetros entre fileiras, densidade de 10 plantas por metro, 17 vagens por planta. Considerando uma queda de 5 para 4 grãos por vagem, sendo a massa de 100 grãos de feijão i…

Choque térmico nos frutos de açaí é recomendação para eliminar protozoário causador da Doença de Chagas

Imagem
A Embrapa Amapá investe, junto com várias instituições parceiras, em pesquisas para as Boas Práticas de Fabricação, com o objetivo de contribuir para a prevenção da Doença de Chagas e outras. Entre os procedimentos recomendados está o tratamento por choque térmico dos frutos de açaí, para eliminar o protozoário Trypanosoma cruzi, agente causador da Doença de Chagas, e que pode ser encontrado no inseto conhecido como barbeiro.

A pesquisadora Valeria Saldanha Bezerra explica que o choque térmico deve ser feito mergulhando os frutos de açaí higienizados em água aquecida a temperatura entre 80°C a  90°C durante dez segundos. Logo depois, os frutos devem ser resfriados em outro tanque com água com temperatura ambiente, por dois minutos. A diferença de temperaturas das águas – ou o choque térmico - é que provoca a inativação do protozoário que causa a Doença de Chagas. Ela acrescenta que a água usada para resfriar os frutos deve também ser de boa qualidade. É aconselhável usar…

Protagonismo em agricultura de precisão abre espaço para parceria internacional

Imagem
As pesquisas realizadas na área da Agricultura de Precisão (AP), que resultaram no desenvolvimento de robô agrícola para a coleta de dados massivos de solos e plantas, aplicação na pecuária, entre outros, são frutos da forte atuação da Embrapa em um tema considerado estratégico para o Brasil e que tem atraído a atenção de economias europeias, como a Holanda.

O país, maior importador da soja brasileira, busca soluções inovadoras desenvolvidas por instituições brasileiras no campo da automação, pecuária e agricultura de precisão e agricultura 4.0 para melhorar ainda mais a forma de produzir alimentos.

Na segunda e terça-feira (10 e 11), a consulesa Petra Smits e o adido de Inovação, Tecnologia e Ciência Ernst-Jan Bakker, do Consulado-Geral da Holanda, em São Paulo, junto com o assessor do Departamento de Agricultura da Embaixada, em Brasília, visitam os dois centros de pesquisa da Embrapa, em São Carlos – Pecuária Sudeste e Instrumentação.

O grupo ainda reúne represen…

Mangaba e outras fruteiras brasileiras integram catálogo do Cone Sul

Imagem
A mangaba e outros dez frutos nativos do Brasil integram a coleção Frutales Nativos con Importancia Actual y Potencial para el Cono Sur, publicada pelo Instituto Interamericano de Cooperación para la Agricultura (IICA) e Programa Cooperativo para el Desarrollo Agroalimentario y Agroindustrial del Cono Sur (Procisur).

O objetivo da publicação é valorizar os recursos genéticos regionais vegetais dos países do Cone Sul, que vêm despontando não apenas pelo amplo uso alimentar regional, mas também por seus atributos nutricionais.

A coleção é constituída por catálogos de 21 espécies frutíferas nativas da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Do Brasil, foram contempladas, além da mangaba, o abacaxi, o açaí, o araçá, o bacuri, o butiá, o cupuaçu, o maracujá, o pequi e o umbu, com a participação de pesquisadores da Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE), Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA), Embrapa Amazônia Oriental (Belém, PA), Embrapa Clima…