Últimas Notícias

Embrapa apresenta tecnologias para manejo de pastagens na 106ª Expofeira



Ciclo do carrapato e Dia de Campo Hereford e Braford também ganham destaque na exposição 

Tecnologias para o manejo das pastagens são o destaque da Embrapa Pecuária Sul na 106ª edição da Expofeira de Bagé, uma das mais tradicionais feiras agropecuárias do Brasil. A exposição acontece de 9 a 14 de outubro no Parque de Exposições Visconde de Ribeiro Magalhães, da Associação e Sindicato Rural de Bagé.

O tema “Pasto sobre pasto: estratégias para a estabilidade forrageira” é uma abordagem diferente, que trabalha as possibilidades de consorciação e sucessão de forrageiras em uma área, de forma a diminuir os vazios forrageiros e garantir alimentação para os rebanhos. Complementando o assunto, a Embrapa apresenta, também, cultivares forrageiras lançadas recentemente, como o Capim-Sudão BRS Estribo, o Cornichão URSBRS Posteiro, o Trevo-vesiculoso BRS Piquete, o Trevo-branco BRSURS Entrevero e a de Aveia URS Flete, todas com características de boa produção de matéria-seca.

“Assim, além de apresentarmos as opções forrageiras lançadas pela unidade, nossa intenção é discutir, em ambientes como este de feira, a possibilidade de uso desses materiais na forma de cadeias, onde se tenha forrageiras de inverno finalizando o ciclo, mas ainda permitindo pastejo animal, enquanto forrageiras de verão são implantadas, buscando-se reduzir ao máximo os períodos sem uso da área para produção animal via complementariedade desses materiais e estratégias de manejo associadas”, explica a pesquisadora da Embrapa Pecuária Sul, Márcia Silveira.

Outra tecnologia que vai ajudar o pecuarista é a régua de manejo de pastagens BRS Sul. A ferramenta permite tomar decisões rápidas quanto ao ajuste da carga animal em uma determinada pastagem. Simplifica o manejo e otimiza o uso da pastagem, levando a ganhos de produtividade para a pecuária, tanto de bovinos de leite como de corte, e também para equinos e ovinos, em situação de pastejo contínuo ou rotacionado. A vantagem da régua de manejo é já conter as medidas ideais para cada espécie forrageira, com as alturas de entrada e saída de pastejo ou corte. A tecnologia é resultado do trabalho conjunto entre as Unidades Clima Temperado, Gado de Leite, Milho e Sorgo, Pecuária Sul e Trigo.

"A régua traz um conjunto de cultivares da Embrapa que foram recomendadas para a região Sul do Brasil e traz as alturas de entrada e saída dos animais nessa pastagem, também para evitar um erro que a gente comete muito seguido, que é o sobrepastejo, ou seja, acabar sacrificando as plantas e o rebrote da pastagem por deixar os animais tempo demais ou por deixar uma lotação muito alta”, explicou a pesquisadora da Embrapa, Andréa Mittelmann.

A apresentação das tecnologias pela Embrapa acontece de 9 a 14 de outubro, entre 14h e 20h.

Ciclo do carrapato

Problema sério para produtores de gado do Sul do Brasil, o carrapato será tema da Expoaula, atividade que leva aos estudantes do ensino fundamental e médio informações interessantes sobre a pecuária, de forma didática e mais próxima da realidade urbana. Quem apresenta o tema é o analista da Embrapa Pecuária Sul Robert Domingues, que vai abordar o ciclo do carrapato, ou seja, a fase de vida livre, quando o carrapato está no campo, e a fase de vida parasitária, quando já está no boi. A Expoaula acontece no dia 11 de outubro, a partir das 9h pela manhã e a partir das 14h à tarde.

Dia de Campo Hereford e Braford


No dia 12 de outubro integra a programação da Expofeira o Dia de Campo com a Prova de Avaliação a Campo (PAC) das Raças Hereford e Braford. Pela manhã, o evento acontece no Núcleo Região da Campanha de Hereford e Braford, e à tarde na sede da Embrapa Pecuária Sul. O evento aborda diversos temas importantes para o produtor, como nutrição animais e os desafios para implantação das inovações, além da apresentação dos resultados da PAC e do Teste de Eficiência Alimentar e da avaliação fenotípica dos reprodutores testados. 
Felipe Rosa (Mtb 14406/RS)
Embrapa Pecuária Sul

Nenhum comentário