Últimas Notícias

Serviços ambientais têm destaque na 12ª Semana de Integração Tecnológica (SIT)



O meio ambiente oferta continuamente aos seres humanos inúmeros serviços indispensáveis, como o fornecimento de alimentos, fibras, água, madeira, animais, a regulação da qualidade do ar, do clima, da estrutura e fertilidade do solo, o controle biológico de pragas e a polinização. São os chamados “serviços ambientais ou ecossistêmicos”.

Atualmente, os processos de degradação dos recursos naturais comprometem esses serviços, o que gera impactos, não somente econômicos, mas também à saúde, ao bem-estar humano e ao funcionamento das sociedades.

No meio rural, desmatamentos, práticas agropecuárias inadequadas e uso indiscriminado de agroquímicos têm levado à poluição dos solos e das águas e à perda da biodiversidade. Tudo isso compromete a oferta dos serviços ambientais.

Mas a agropecuária pode contribuir para a manutenção dos serviços ecossistêmicos, quando realizada com práticas conservacionistas e manejo adequado. Como os ecossistemas agrícolas cobrem cerca de 40% da superfície da Terra, o manejo sustentável dessas áreas é fundamental para a oferta de serviços ambientais. Esse tema será abordado durante a 12ª Semana de Integração Tecnológica (SIT).

O I Seminário sobre Serviços Ambientais vai apresentar práticas de manejo sustentável, como utilização de técnicas que propiciam a conservação de solos, nascentes e a infiltração de água; o favorecimento da polinização e do controle biológico de pragas pela proteção de habitats de insetos; e a manutenção da biodiversidade.

A água, recurso indispensável à vida, está relacionada a importantes serviços ambientais. Além do próprio fornecimento desse recurso para seres humanos, animais e plantas, os ecossistemas garantem os fluxos e a manutenção da qualidade da água e a regulação de enchentes pelo controle de vazão dos rios.

Na programação do Seminário, terá destaque um importante instrumento para garantir a preservação dos recursos hídricos: a gestão de bacias hidrográficas. “A gestão territorial de bacias é fundamental para favorecer a geração de água. E os recursos provenientes de outorga (cobrança pelo uso da água) são fonte de investimento em produção de serviços ambientais”, explica o pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo Walter Matrangolo.

Um exemplo que será apresentado durante a SIT é o da microbacia do Córrego Marinheiro, onde recursos de outorga do Comitê de Bacia do Rio das Velhas vão permitir o investimento em proteção de nascentes, plantio de espécies nativas do Cerrado e construção de Barraginhas para captação de enxurradas. Essas ações visam aumentar a biodiversidade e a produção de água na região.

Ao aliar produção agropecuária e serviços ambientais, são gerados benefícios para todo o planeta. E o produtor pode obter ganhos, não somente de qualidade de vida, mas também econômicos, com políticas públicas de incentivo à preservação, como o pagamento por serviços ambientais (PSA), outro tema a ser explorado no Seminário. Confira a programação completa e participe!

Serviço


Evento: 12ª SIT (Semana de Integração Tecnológica)

I Seminário sobre Serviços Ambientais: Gestão de Bacias Hidrográficas

Coordenação: Mônica Matoso Campanha

Data: 23/05/2019 (quinta-feira)

Horário: das 08h às 17h

Locais: Sala de Treinamento e áreas da Embrapa Milho e Sorgo

Vagas: 30

Programação completa: http://sit2019.com.br/files/programacao/4d.pdf

Inscrições: www.sit2019.com.br/

Mais informações: [email protected] 
 
Marina Torres (MTb 08577/MG)
Milho e Sorgo

Nenhum comentário