Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2020

Embrapa publica guia para identificação de inimigos naturais em cultivos de hortaliças

Imagem
Para auxiliar produtores na implementação do manejo integrado de pragas (MIP) em suas propriedades rurais, com foco no controle biológico, pesquisadores da Embrapa reuniram em uma publicação, no formato de guia de campo, uma lista com fotos e informações descritivas dos principais inimigos naturais encontrados em lavouras de hortaliças como espécies de besouros, moscas e ácaros predadores, percevejos e vespas parasitoides.

A identificação correta dos inimigos naturais é o ponto de partida para um controle biológico eficaz, um dos pilares de sustentação do MIP. “A proposta do guia é auxiliar agricultores, profissionais da assistência técnica e da extensão rural, consultores e estudantes da área de Ciências Agrárias, no reconhecimento dos inimigos naturais comumente encontrados em cultivos de hortaliças”, explica o pesquisador Miguel Michereff Filho, da área de Entomologia da Embrapa Hortaliças (Brasília, DF).

Intitulado “Guia para Identificação de Inimigos Naturais em Cultivos de Hort…

Livro mapeia as iniciativas de educação em solos no Brasil

Imagem
Aproveitando a semana na qual se comemora o Dia Nacional da Conservação do Solo (15/04), a Sociedade Brasileira de Ciência do Solo (SBCS) lançou o livro “Iniciativas de Educação em Solos no Brasil”. Uma das 78 atividades elencadas pela publicação é o programa Embrapa & Escola, organizado pelo pesquisador Claudio Capeche desde 1997 na Embrapa Solos (Rio de Janeiro-RJ). “O Programa Embrapa & Escola visa levar ao público conhecimentos relativos ao uso dos solos de forma sustentável na área rural e nas cidades. Para isso são realizadas palestras, oficinas, recepção para visitas na Embrapa Solos (RJ e Recife), atividades em escolas, em feiras de ciências e agropecuárias e capacitação de professores”, conta um orgulhoso Capeche, com os mais de 20 anos de atividades.

Em 2019, por exemplo, experiências bem-sucedidas associadas à agricultura urbana no Rio de Janeiro foram apresentadas em um seminário técnico por parceiros do programa Embrapa & Escola. O evento, que também celebrou…

Gestão de projetos ajuda a manter pesquisa ativa durante teletrabalho

Imagem
Para cumprir o distanciamento social como medida preventiva à disseminação do coronavírus, 100% dos pesquisadores da Embrapa Acre se encontram em regime de teletrabalho. Nesse período são priorizadas ações relativas à gestão de projetos, produção científica e outras atividades relacionadas à pesquisa, que podem ser realizadas de forma remota com o auxílio de ferramentas digitais. Empregados e gestores buscam se adequar à nova realidade, conciliando demandas profissionais com a rotina do lar e a família.

Iniciado no dia 23 de março, o teletrabalho na Embrapa tem término previsto para 15 de maio de 2020. O pesquisador Judson Valentim conta que para não perder o ritmo, nessa nova modalidade de trabalho buscou estabelecer rotinas semelhantes ás que normalmente realiza, acordando cedo e com práticas de exercícios e café da manhã antes de iniciar as atividades laborais. A jornada, entre 7h30 e 14h50, com pequenos intervalos e pausa para o almoço, inclui respostas a mensagens que chegam por e…

Frutas são doadas para Programa Mesa Brasil

Imagem
Nesta sexta-feira, dia 17, a Embrapa Clima Temperado (Pelotas,RS), por meio de sua equipe de pesquisas em Citricultura, realizou a doação de tangerinas para o programa Mesa Brasil, coordenado no município pelo Sesc-RS. Os beneficiários que receberam cinco toneladas da fruta são famílias necessitadas cadastradas por instituições de Pelotas e região. Foram colhidas seis toneladas ao todo, sendo que uma tonelada será destinada para experimentos de conservação pós-colheita e de processamento de sucos, geleias e chás.

Conforme o chefe-geral Roberto Pedroso de Oliveira, um grupo de 15 empregados, que trabalham no regime de sobreaviso neste período, colheu na quarta-feira (15) as frutas nos campos experimentais da Empresa, e as distribuiu em sacolas plásticas – cerca de 15 a 20 frutas por sacola. “Entregamos hoje a doação no estacionamento do Shopping Pelotas, onde o Programa Mesa Brasil fará o encaminhamento das frutas a quem necessita”, disse.

As tangerinas são da cultivar Oktisu, mais p…

O mercado do boi frente à pandemia

Imagem
Diante da pandemia causada pelo novo coronavírus, o setor de consumo sofreu alterações relacionadas ao distacionamento social, como as refeições passaram a ser domésticas e com alimentos de menor valor agregado e práticos na preparação. Tal postura colocou a escolha da carne bovina atrás de outras, como de frango, por exemplo.  Do outro lado, o esvaziamento do estoque causado pela correria às prateleiras, logo no início das medidas preventivas à Covid-19, exigiu, posteriormente, um reabastecimento por parte dos setores da indústria e produção.  Pesquisadores doCentro de Inteligência da Carneda Embrapa recomendam aos agentes do setor produtivo da carne bovina atenção redobrada ao planejamento, readaquações e a busca por uma sinergia dentro dessa nova realidade, "sem previsão, ainda, de término".  Acesse o Boletim CiCarne,semana 10 a 17-04,"Impacto do novo coronavírus nas exportações e no preço da arroba do boi gordo" com a análise dos especialistas.
Para completar a lei…

Custos de produção de frangos de corte e de suínos já subiram mais de 6% em 2020

Imagem
Os custos de produção de frangos de corte e de suínos calculados pelaCIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa, tiveram uma forte alta no mês de março, acumulando 4,17% e 2,96%, respectivamente, na comparação com fevereiro. O ICPFrango de março chegou aos 247,20 pontos, o maior valor nominal desde que o índice foi criado em 2011. Apenas nos três primeiros meses deste ano, o acumulado já chega a 6,82%. Apenas os gastos com a nutrição dos animais subiram 4,86% em março. Com isso, o custo de produção do quilo do frango de corte vivo no Paraná passou dos R$ 3,07 em fevereiro para R$ 3,19 em março. Já o ICPSuíno foi aos 254,18 pontos em março, continuando a alta registrada mensalmente desde outubro de 2019. Este também é o maior valor nominal do ICPSuíno desde a sua criação. Em 2020, o índice acumula alta de 6,34%. O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina passou dos R$ 4,32 em fevereiro para R$ 4,44 em março, igualando o maior…

Artigo - Cultivo do coqueiro (Cocos nucifera l) em sistemas integrados de produção e sua adequação ao programa de agricultura de baixo carbono (ABC)

Imagem
Humberto Rollemberg Fontes*
José Henrique de Albuquerque Rangel**

De acordo com o Marco Referencial a Integração Lavoura Pecuária Floresta, (ILPF) constitui-se numa “estratégia que visa a produção sustentável e que integra as atividades agrícolas, pecuárias e florestais na mesma área, em cultivo consorciado, em sucessão ou rotacionado e que busca efeitos sinergéticos entre os componentes dos agroecossistemas, contemplando a adequação ambiental, a valorização do homem e a viabilidade econômica”. Por outro lado, o programa ABC (Agricultura de Baixo Carbono) instituído pelo governo federal, contempla uma linha de crédito que disponibiliza recursos para financiar práticas adequadas, tecnologias adaptadas e sistemas eficientes que contribuam para mitigação da emissão de gases do efeito estufa. Entre os processos tecnológicos contemplados neste programa, destacam-se a Integração Lavoura Pecuária e Floresta (ILPF) e a Fixação Biológica de Nitrogênio (FBN).

Encontra-se atualmente em forte e…

Coronavírus: boas práticas de sanitização garantem hortaliças seguras para consumo

Imagem
Em tempos de mudanças de hábitos e atitudes, frente à necessidade de se prevenir contra a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, os cuidados que vêm sendo adotados - a exemplo da necessidade de isolamento social - devem ser estendidos à alimentação. Nesse quesito, como qualquer alimento, as hortaliças também podem representar um meio de transmissão de doenças se estiverem contaminadas.

Como pela aparência não é possível identificar se a hortaliça apresenta contaminação por microrganismos, já que esses patógenos não alteram a coloração, o cheiro e o sabor desses alimentos, a receita é seguir os mandamentos recomendados pela pesquisa científica, por meio de testes de eficácia comprovada. O primeiro desses mandamentos, de acordo com a pesquisadora Lucimeire Pilon, da área de Pós-Colheita da Embrapa Hortaliças (Brasília-DF), é a higienização antes do consumo.

“Toda e qualquer ação relacionada à descontaminação das hortaliças passa pela prática habitual de higienização, adaptada às …

Azevém BRS Integração alcança alta produção no RS

Imagem
A cultivar BRS Integração, resultante do Programa de Melhoramento de Azevém da Embrapa, está alcançando larga produção de sementes no estado gaúcho. Nos municípios de Pejuçara, Julio de Castilhos, Cruz Alta e Tupanciretã/RS, há terras de produção da pastagem que já totalizam 800ha. O material lançado em 2017 pela pesquisa agropecuária está atingindo um importante volume de multiplicação de sementes - uma média de 760kg/ha - feito pelos produtores licenciados para os pecuaristas, que são os usuários finais.

O pesquisador Elbio Treicha Cardoso, que acompanha à campo a multiplicação de sementes das cultivares da Embrapa, realizou visitação à área de produção da BRS Integração, em Júlio de Castilhos/RS. "Encontramos um material com condições adequadas, sendo realizados todos os processos de implantação da cultivar bem feitos, onde certamente resultará em sementes de boa qualidade para o mercado", disse Cardoso. Segundo ele, o sucesso de uma lavoura está também na qualidade da se…

Artigo - Leite de qualidade e higiene: requisitos essenciais para produção de queijo coalho artesanal saudável e saboroso

Imagem
Karina Neoob*

No Brasil, a agricultura familiar responde por, aproximadamente, 64% do leite de vacas produzido, segundo dados do Censo Agropecuário de 2017. As tendências do setor leiteiro vem mostrando um cenário diferenciado, onde o consumidor, hoje mais informado e exigente, preocupa-se com a saúde de sua família e busca produtos de melhor qualidade. Por sua vez, o produtor que pretende manter-se num mercado competitivo como o atual, precisa garantir a oferta de um produto, que além de saboroso e nutritivo, seja seguro para o consumidor. Portanto, o produtor de leite, de forma indireta, pode ser considerado como um “agente de saúde pública”, uma vez que o leite e seus derivados são consumidos por uma grande parte da população nacional, e, caso sejam produzidos com qualidade poderá levar saúde a seus consumidores, sendo o inverso também verdadeiro.

Nos últimos anos, houve um aumento expressivo do volume total de venda de queijos no Brasil. Eles atraem o consumidor pelos sabores, prat…

Criadores de pirarucu mantêm o mercado abastecido

Imagem
Nativo da Amazônia, o pirarucu é bastante apreciado na culinária regional pelo sabor, pela qualidade e textura da carne e pela ausência de espinhas.A pesquisa da Embrapa já reuniu várias informações técnicas para a criação em cativeiro desse peixe conhecido como o “gigante da Amazônia”. Isso porque ele atinge de 10 a 12 quilos em um ano de cultivo.

Na campanha #TodosPeloAgro desta semana você vai conhecer o trabalho do Walber Melo, piscicultor de Abaetetuba, município localizado na mesorregião Nordeste Paraense. Ele trabalha com a produção de alevinos (filhotes) e engorda de pirarucu. Tudo isso para abastecer o mercado e a mesa a população com segurança e sustentabilidade.



Publicação - De acordo com o IBGE, em 2018, o Brasil produziu quase 2 mil toneladas de pirarucu em cativeiro. O maior produtor da Região Norte é Rondônia, com mil toneladas em 2018; seguido do Tocantins, com 213 ton; e do Pará, com 206 toneladas. Os dados são da Produção Pecuária Municipal (PPM/IBGE, 2019).

Para con…

Sistema de plantio direto na lavoura de mandioca é mais sustentável e rentável

Imagem
Pesquisa mostra que o plantio direto, feito sobre a palhada da cultura anterior, é capaz de aumentar produtividade da mandioca em até 50%, além de elevar a qualidade do solo. Também chamado de plantio mínimo ou plantio reduzido, o sistema de plantio direto (SPD) é utilizado em grandes culturas de grãos, como milho, soja e trigo.

No Centro-Sul do Brasil, região de grande importância na produção brasileira de mandioca e que concentra 80% das indústrias brasileiras produtoras de fécula, o SPD tem sido testado com sucesso na cultura. Conhecida pela sua versatilidade e rusticidade, a mandioca também tem como característica esgotar rapidamente o solo quando não bem manejado, por isso, o SPD foi testado como alternativa para resolver o problema.

O trabalho foi desenvolvido por equipes da Embrapa, da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) e da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), que observaram que a adoção de sistemas conserva…

Tecnofam x Coronavírus - Hortaliças são doadas para instituições de caridade

Imagem
A Tecnofam 2020 (Tecnologias e Conhecimentos para a Agricultura Familiar) foi adiada devido à pandemia de coronavírus – Covid-19 e nova data está sendo programada para a sua realização. Mas, assim como nas outras três edições, a Embrapa Agropecuária Oeste, promotora do evento, e os realizadores da Tecnofam, doam os alimentos produzidos na área de Tecnologias a Campo para instituições filantrópicas.

Neste ano, estão sendo colhidas as hortaliças e doadas para duas instituições de caridade, sem fins lucrativos, de Dourados, MS: o Lar Ebenezer e a Toca de Assis. A primeira acolhe crianças e adolescentes menores de 18 anos que se encontram em situação de risco e vulnerabilidade social. A Toca de Assis faz o acolhimento de moradores de rua. Estão sendo doados alfaces (americana, crespa, colorida), pimentões (Topaz e Canário), tomates-cereja, tomates, pimenta-de-cheiro, pepino, abóbora italiana, coentro. Também serão doados mamão e maracujá. A ação social começou no dia 31 de março.

“A doação …

Produtores de café contam com orientações para prevenção do novo coronavírus durante a colheita

Imagem
Cartilha objetiva preservar a vida dos trabalhadores e das famílias rurais durante a colheita de café da safra 2020

Os primeiros casos de infecção pelo novo coronavírus foram reportados em Wuhan, na China, no fim de 2019, e, desde então, a contaminação vem tendo expansão exponencial pelo planeta, e, em 11 de março de 2020, a Organização Mundial da Saúde – OMS declarou o novo coronavírus uma pandemia. O primeiro caso de coronavírus no Brasil, confirmado oficialmente, foi reportado em 25 de fevereiro passado e, a partir daí, inúmeros casos dessa pandemia foram registrados no País.

Nesse contexto, com o objetivo de preservar a vida dos trabalhadores rurais e de suas famílias, durante a colheita do café da safra deste ano, a qual terá início nas próximas semanas, o Governo do Estado do Espírito Santo, divulgou a cartilha ‘Colheita do Café – Orientações para prevenção do novo coronavírus’, com o objetivo de orientar cafeicultores a adotarem medidas de prevenção do contágio do coronavírus…

#TodosPeloAgro: PA é destaque na produção de mandioca

Imagem
O estado do Pará é o maior produtor de mandioca do Brasil. Em 2018, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o estado produziu cerca de quatro milhões de toneladas dessa raiz, que é a base da alimentação do povo brasileiro. Em solo paraense, as lavouras de mandioca ocupam aproximadamente 300 mil hectares (IBGE/Produção Agrícola Municipal).

O Benedito Dutra é um dos produtores de mandioca do Pará. Ele está em Tracuateua, no Nordeste Paraense, e de lá conta como está trabalhando neste período de quarentena.



A Embrapa Amazônia Oriental lançou em 2019 a publicação Mandioca: agregação de valor e rentabilidade de negócios, que aborda diversos aspectos da produção dessa raiz na mesorregião Nordeste Paraense. Entre os temas abordados estão custo de produção erentabilidade econômica e financeira de agroindústrias.

#TodosPeloAgro

Ana Laura Lima (MTb 1268/PA)
Embrapa Amazônia Oriental

Pesquisa define manejo da irrigação do dendezeiro no Cerrado

Imagem
Apesar de a palma de óleo ou dendê (Elaeis guineensis, Jacq.) ainda ser uma cultura oleaginosa não recomendada para plantio no Cerrado do Brasil Central, de acordo com o zoneamento agroecológico da cultura, pesquisadores têm buscado identificar e mensurar os fatores que podem viabilizá-la na região – entre eles, a questão hídrica, já que o dendezeiro precisa do solo constantemente úmido para se desenvolver, enquanto o bioma apresenta um período de seca de seis meses ao longo do ano. Nesse sentido, uma pesquisa da Embrapa Cerrados (DF) estabeleceu os principais parâmetros para o manejo da irrigação da cultura: quando e o quanto colocar de água.

Se na região Norte do País, sobretudo no Pará, maior estado produtor, onde o dendezeiro é tradicionalmente cultivado, a questão hídrica não é um problema devido ao clima úmido, no Cerrado a irrigação é necessária devido ao longo período de déficit hídrico, como explica o pesquisador Jorge Antonini. Ele é líder de um projeto de pesquisa que avalio…