Treinamento para estimular a produção de 10 mil aves caipiras por ano

A galinha caipira Canela Preta é nativa do Nordeste e gera renda.

Dez mil aves por ano, com produção “organizada e escalonada”, é a meta da
primeira capacitação online em Gestão e Inovação na Produção e Comercialização de Ovos e Galinha Caipira, que o Emater-PI,  Embrapa Meio-Norte e o Instituto Federal do Piauí (campus do município de José de Freitas), querem alcançar. O curso começa no dia oito de julho próximo, e será desenvolvido das 18h45 às 21 horas. Cem pessoas já estão inscritas na primeira turma. O treinamento terá dez módulos e carga horária de 20 horas. As inscrições vão até a próxima sexta-feira, dia três, no endereço  https://cutt.ly/MikVhNN ou pelo número (86) 99543-8567. 

Esse estímulo à produção busca alcançar pessoas que já trabalham na produção de galinha caipira,bem como potenciais produtores, estudantes e técnicos de Assistência Técnica e Extensão Rural. “O objetivo é que cada família possa auferir um salário mínimo de renda só com galinha Canela-Preta, e que possam diversificar suas atividades com outros produtos da agricultura familiar. No futuro, os produtores podem se organizar em associação de criadores de galinha Canela-Preta, nativa da nossa região", projeta o agrônomo Francisco Guedes, presidente do Emater-PI.

Ao falar no lançamento do curso, em uma live, na sexta-feira 26, o governador Wellington Dias elogiou a parceria e garantiu que "há espaço para estimularmos a economia com outras áreas e culturas”. E foi mais além: “Que a pesquisa e a assistência técnica possam contribuir para esse momento tão desafiador de recuperação econômica após a pandemia”. 

Já o chefe-geral da Embrapa Meio-Norte,  Luiz Fernando Leite, disse que “o processo vai gerar novos  mecanismos de estímulo ao empreendedorismo e a inovação tecnológica”. E completou: “A missão da Embrapa nessa parceria  é apresentar o portfólio das soluções tecnológicas  para a sociedade brasileira, permitindo o avanço da produção familiar e agrícola no estado do Piauí”. 

No entender do empreendedor e consultor do Emater-PI Miguel Ítalo Cavalcante, “a ideia é que essas pessoas possam iniciar sua produção e ganhar um nível de tecnologia maior ao negócio”. E garantiu: “Vamos mostrar como o conhecimento pode melhorar o negócio, na prática, seja para consumo familiar ou comercialização”. 

A capacitação será coordenada pelo analista Marcos Jacob de Oliveira Almeida, da Embrapa Meio-Norte, e o consultor  Miguel Ítalo Cavalcante, com a participação efetiva da equipe técnica do Instituto Federal de Educação, em  José de Freitas, que é  liderada pelo professor José dos Santos. A Secretaria Estadual de Agricultura Familiar apoia o evento.

Fernando Sinimbu (com informações de Patrícia Rocha) (654 MTb/PI)
Embrapa Meio Norte

Comentários

Mais vistas da semana

Embrapa lança cultivar de arroz para áreas de sequeiro

Qual o melhor herbicida para pastagens?

Melhoria na qualidade do açaí reúne três esferas de governo em Portel (PA)

BIODIESEL WEEK: Programa de Biodiesel une inclusão produtiva e social da agricultura familiar, afirmou representante do Mapa

Reprodutores e Matrizes linhagem IZ serão comercializados em leilão virtual