Embrapa Milho e Sorgo lança Programa Conexões para Inovação

A Embrapa Milho e Sorgo está lançando o Programa Conexões para Inovação, uma iniciativa em busca de empreendedores que queiram atuar em conjunto com a Embrapa na busca de soluções de problemas ou na apresentação de novas oportunidades para as cadeias produtivas do milho, do sorgo e do milheto, agregando conhecimentos e experiências dos setores público e privado. 
 
“A Embrapa Milho e Sorgo é uma Unidade que já conta com um amplo número de parcerias público-privadas. Com esse novo programa de inovação aberta, queremos atrair novas empresas e ideias para oxigenar e renovar nosso ecossistema de inovação, visando ampliar ainda mais as entregas e os impactos das tecnologias da Embrapa no setor produtivo” explica Maria Marta Pastina, chefe-adjunta de Pesquisa e Desenvolvimento. 
 
Segundo Lauro Guimarães, chefe-adjunto de Transferência de Tecnologia,  esse tipo de abordagem (inovação aberta) permite a conexão direta entre a Embrapa e o setor produtivo, maximizando esforços para a solução de problemas em conjunto com o parceiro privado. “É uma estratégia institucional mais moderna e efetiva, uma vez que agrega a expertise do setor privado que está atuando diretamente com as demandas do setor produtivo”, complementa.
 
O Conexões para Inovação é um programa que irá trazer diversas iniciativas para a aproximação de ideias entre o setor público e o privado, sendo que sua primeira ação em 2020 será o lançamento da Chamada Pública 01/2020. Por meio dos mecanismos de inovação aberta previstos no Marco Regulatório de Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), serão selecionadas propostas de projetos a serem construídos pelo parceiro proponente em conjunto com pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo. Essas propostas devem atender a demandas de mercado bem definidas e devem ter duração máxima de 36 meses.
 
Poderão participar desde microempresas a empresas de grande porte, além de parceiros para inovação social. As propostas deverão ser apresentadas até o dia 25 de agosto de 2020, via formulário on-line, disponível no Portal do Programa Conexões para Inovação, da Embrapa Milho e Sorgo: www.embrapa.br/milho-e-sorgo/inovacao-aberta . A seleção será feita por uma comissão constituída por especialistas das diversas áreas abordadas por esta Chamada Pública, e o processo de avaliação será composto por duas etapas, sendo uma qualificatória e outra classificatória. O resultado final será divulgado até 4 de setembro de 2020.
 
Abaixo, conheça as linhas de pesquisa prioritárias.
 
Cultivares
Genética ou codesenvolvimento de cultivares de milho, sorgo e milheto com adaptação a diferentes sistemas de cultivo ou regiões do Brasil;
Técnicas inovadoras de melhoramento de precisão (melhoramento assistido por marcadores, seleção genômica, transgenia, RNAi ou edição gênica) para tolerância a estresses bióticos e abióticos, e/ou para agregação de valor em grãos ou biomassa de milho e/ou de sorgo;
Técnicas de fenotipagem de alto rendimento, de inteligência artificial ou outras ferramentas 4.0 em programas de melhoramento de milho e/ou de sorgo;
Desenvolvimento/validação de cultivares Embrapa para inclusão sócioprodutiva e tecnologia social.
 
Insumos Biológicos
Insumos biológicos eficientes na produção de etanol e outros bioprodutos, utilizando milho e/ou sorgo como matéria-prima;
Insumos biológicos para controle de insetos-pragas, nematoides, para tolerância ao déficit hídrico ou para promoção do crescimento em plantas;
Desenvolvimento de novas tecnologias para formulação comercial de insumos biológicos para controle de pragas (insetos-pragas e plantas daninhas), doenças e nematoides, para tolerância ao déficit hídrico, promoção do crescimento e suprimento de nutrientes;
Controle biológico conservativo de pragas (insetos-pragas e plantas daninhas), doenças e nematoides nos diferentes sistemas de produção de grãos.
 
Sistemas de Produção
Integração de plataformas de precisão e digitais para eficiência no uso da água em sistemas irrigados de produção de grãos;
Recuperação e manejo sustentável de solos em sistemas de produção de grãos;
Metodologias e processos baseados em imagens, técnicas espectroscópicas e análises moleculares para diagnóstico de doenças foliares e de pragas em sistemas de produção de milho e/ou de sorgo;
Ferramentas para integração de agricultura de precisão e/ou digital em sistemas intensificados e sustentáveis de produção de grãos, com foco no uso racional de insumos agrícolas, eficiência produtiva, rastreabilidade da produção visando certificação e rotulagem de produto de origem sustentável;
Plataformas e serviços digitais atrelados à cadeia produtiva de milho e/ou de sorgo.
 
Segurança de Alimentos e Nutrição
Produtos à base de milho e/ou de sorgo com características sensoriais e/ou nutricionais equivalentes aos derivados de proteína animal, que atendam nichos de consumidores com restrições ou preferências alimentares específicas;
Compostos de milho e/ou de sorgo como aditivos naturais (pigmentos, antioxidantes, antimicrobianos, entre outros) em alimentos e outros produtos, via processos convencionais e/ou nanotecnologia;
Metodologias e processos baseados em imagens e técnicas espectroscópicas para classificação, rastreabilidade e certificação da qualidade tecnológica e sanitária de grãos e sementes de milho e/ou de sorgo;
Práticas e processos para redução da infestação de pragas e/ou da incidência de micotoxinas em grãos e sementes de milho e/ou de sorgo.
 
SERVIÇO
 
Programa Conexões para Inovação – Embrapa Milho e Sorgo
 
O que é: programa de inovação aberta focado na construção de alianças estratégicas com empresas, instituições ou demais agentes do setor produtivo, interessados no codesenvolvimento de soluções tecnológicas para transformar a agricultura e a pecuária brasileiras.
 
Objetivo: identificação de empreendedores que queiram solucionar problemas ou apresentar novas oportunidades para as cadeias produtivas do milho, do sorgo e do milheto, agregando conhecimentos e experiências do setor público e privado.
 
Calendário
 
Lançamento da Chamada: 05/08/2020
Data limite para a submissão das propostas: 25/08/2020
Divulgação do resultado preliminar: 31/08/2020
Prazo para interposição de recursos: 02/09/2020
Divulgação do resultado final pós-recursos: 04/09/2020
Elaboração do projeto conjunto (Parceiro/Embrapa): 04/09 a 25/09/2020
Análise do projeto pela Comissão Avaliadora: 26/09 a 05/10/2020
Prazo final para submissão do projeto pós-ajustes:  09/10/2020
Prazo final para assinatura do acordo de cooperação técnica: 23/10/2020
 
Mais informações:
Portal do Programa Conexões para Inovação: www.embrapa.br/milho-e-sorgo/inovacao-aberta 
 
Expertise
 
A Embrapa Milho e Sorgo conta atualmente com mais de 50 parceiros atuando no desenvolvimento conjunto de soluções tecnológicas inovadoras para o agronegócio brasileiro e global. Entre as soluções estão produtos macro e microbiológicos para o controle de insetos-pragas; inoculantes biológicos para suprimento de nutrientes e promoção do crescimento em plantas; cultivares, linhagens, genes e outros ativos genéticos de alto valor agregado; e sistemas de produção agropecuários intensificados e sustentáveis.
 
 
Guilherme Viana (MG 06566 JP)
Embrapa Milho e Sorgo

Comentários

Mais vistas da semana

GEDAVE – O que é, como funciona e pontos de atenção da etapa de Cadastro

Galinhas caipiras poedeiras: a avicultura adaptada a pequenas propriedades é negócio rentável e com mercado promissor

Embrapa oferta material propagativo de mandiocas de indústria para o Brasil Central

Aprenda a controlar pragas que atacam limoeiros

Qual o melhor herbicida para pastagens?