Especialistas debatem desperdício de energias renováveis nas cidades no Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano

 


Será que o resíduo urbano faz parte do problema ou da solução do desperdício de energias renováveis em forma de esgoto e lixo nas cidades? Para Gabriela Otero, coordenadora técnica da Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), a resposta é simples: solução.

Gabriela diz que a Abrelpe e a Associação Brasileira do Biogás (ABiogás) fizeram recentemente um estudo conjunto sobre o potencial perdido em biogás que poderia ser gerado com a parte orgânica do resíduo sólido urbano. Os resultados serão um dos assuntos abordados durante o painel “Estamos desperdiçando energias renováveis em forma de esgoto e lixo urbano?” que acontece em forma de webinar no YouTube no dia 9 de setembro, a partir das 10h30 da manhã, o primeiro dia da programação do evento online  do 3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano.

“Vamos mostrar como a geração de biogás com a destinação adequada desses resíduos sólidos é importante não só para a cadeia do biogás, mas também para outros setores, como o de transporte, o de energia e o da agricultura urbana familiar, por exemplo, e a criação de cidades inteligentes”, diz a coordenadora técnica da Abrelpe, que debaterá o assunto com Suelen Paesi e Vânia Schneider (Universidade de Caxias do Sul - UCS), José Fernando Thomé Jucá (Universidade Federal de Pernambuco - UFPE) e Maria Varesche (Universidade de São Paulo - USP).

Programação - A programação online do Fórum ainda tem outros dois dias. Na quinta-feira, dia 10 de setembro, o tema é “Como tornar uma planta de biogás no agronegócio mais eficiente e lucrativa?”, com Airton Kunz e Ricardo Steinmetz (Embrapa Suínos e Aves), Odorico Konrad (Universidade do Vale do Taquari - Univates) e André Holzhacker (Associação dos Suinocultores do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba - Astap). No dia 11 (sexta-feira), é a vez de debater "Biogás no Brasil: Quais os avanços e perspectivas de futuro?", com Felipe Souza Marques (Centro Internacional de Energias Renováveis - CIBiogás), Tamar Roitman (Associação Brasileira do Biogás - ABiogás), Luis Felipe Colturato (Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial - Unido/GEF), Maycon Vendrame (Itaipu Binacional) e Hugo Figueiredo (Companhia de Gás do Ceará - Cegás).

As inscrições estão abertas e podem ser feitas gratuitamente, e os participantes receberão certificado digital. As transmissões serão ao vivo no canal do evento no YouTube (youtube.com/biogasebiometano), e apenas os inscritos receberão link de acesso.

Fórum presencial em 2021 - O encontro presencial do 3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano acontece em Caxias do Sul-RS, entre 29 de março e 1º de abril de 2021, no UCS Teatro e no Centro de Convivência da UCS.

A programação inclui seminários técnico-científicos, reuniões com produtores, setor industrial, prefeituras, pesquisadores e instituições de ciência e tecnologia e palestras, além do espaço de negócios para empresas divulgarem seus produtos e serviços. Nos painéis serão debatidos o panorama do biogás e do biometano; arranjos cooperativos e parcerias público-privadas em projetos de biogás; biogás para energia elétrica; desafios e oportunidades para o biometano; biogás na indústria e na agropecuária e biogás de resíduos sólidos urbanos e esgoto.

Na quinta-feira, último dia do evento, os inscritos nas visitas técnicas podem acompanhar experiências e aplicações práticas de produção de biogás. Um dos roteiros inclui visitas à Fazenda Trevisan em Farroupilha e à Ambev em Viamão. A segunda opção é por visitas à Folhito Adubos Orgânicos em Estrela e à propriedade da família Wallauer em Salvador do Sul. A programação completa, os roteiros e outras informações estão disponíveis no site do evento, no endereço www.biogasebiometano.com.br.

Realização - O 3º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano é uma realização CIBiogás, Embrapa Suínos e Aves e UCS, com organização da Sociedade Brasileira dos Especialistas em Resíduos das Produções Agropecuária e Agroindustrial (Sbera).

 

Lucas Scherer Cardoso (MTb/RS 10.158)
Embrapa Suínos e Aves

Comentários

Mais vistas da semana

No Maranhão extrativistas da amêndoa de babaçu recebem mais R$ 450 mil em subvenções

Cafés do Brasil obtêm Denominação de Origem para a Mantiqueira de Minas

Programa de melhoramento de bovinos de carne adota critérios mais objetivos e amplia análise de rebanhos

Cebola e batata ficam mais baratas nos principais mercados atacadistas

Conab realiza pesquisa para os próximos levantamentos de grãos e café em Minas Gerais