Live aborda papel do melhoramento vegetal para pecuária do futuro


 

Embrapa, UFRGS e Sulpasto apresentam o tema no Youtube em evento virtual na próxima terça-feira

Dando continuidade à série de lives em alusão aos 45 anos da Embrapa Pecuária Sul, a instituição promove, na próxima terça-feira, 1º de setembro, mais um evento virtual dentro da temática Pecuária do Futuro. Dessa vez, os palestrantes vão conversar com o público sobre o papel do "Melhoramento Vegetal para a Pecuária do Futuro". Realizada em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Associação Sulbrasileira para Fomento de Pesquisa em Forrageiras (Sulpasto), a transmissão tem início às 19h, no canal da Embrapa no YouTube

Com moderação de Daniel Montardo, chefe-geral e pesquisador da Embrapa Pecuária Sul, a live terá como palestrantes Miguel Dall’Agnol, professor da UFRGS, Maurício Köpp, pesquisador da Embrapa, e Edemir Baggio, presidente da Sulpasto. Finalizando, José Carlos Reis, pesquisador aposentado da Embrapa, faz um histórico dessa linha de pesquisa no Sul do Brasil. 

Conforme Dall’Agnol, o melhoramento genético de forrageiras tem relação direta com o tema pecuária do futuro, uma vez que conversa com pautas cada vez mais debatidas atualmente, como bem-estar animal, qualidade do produto final, preservação ambiental e sustentabilidade. “O bioma Pampa possui uma imensa diversidade de espécies, mas que infelizmente tem sido muito pouco explorada e menos ainda preservada. Cada vez mais, os consumidores demandarão produtos de qualidade e que preservem o ambiente. Nesse sentido, o melhoramento genético de espécies nativas tem um papel de destaque, pois além de proporcionar novas cultivares adaptadas às nossas condições para a formação de pastagens, também servirá para a recuperação de áreas degradadas e para a manutenção da diversidade genética”, destacou.

Complementando essa abordagem, Köpp vai destacar o papel do melhoramento de espécies cultivadas, em especial as leguminosas, que também cumprem papel fundamental para a pecuária do futuro, com capacidade de fixação de nitrogênio, qualidade de forragem e principalmente a qualificação e incremento de sistemas de produção a pasto. “Neste sentido, será apresentada a estrutura do programa de melhoramento de leguminosas e da parceria Embrapa/UFRGS/Sulpasto, bem como as áreas transversais envolvidas no desenvolvimento e adoção das cultivares geradas. Também será feita uma rápida abordagem das atividades em execução e a apresentação das opções de cultivares já disponíveis e suas aplicações, visando aumento de qualidade e produtividade para promoção de uma pecuária mais sustentável”, destacou.

Conforme Edmir Baggio, presidente da Sulpasto, sua abordagem se dará a partir da valorização da parceria Embrapa, UFRGS e Sulpasto. “Gostaríamos de salientar a importância da nossa parceria aqui no Rio Grande do Sul, onde são desenvolvidas variedades de forrageiras específicas, conforme a necessidade dos agricultores e pecuaristas”, disse. 

Serviço
Evento: Live "Quais as contribuições do Melhoramento Vegetal para a Pecuária do Futuro?"
Quando: 1º de setembro, terça-feira;
Horário: 19h;
Onde: canal da Embrapa no YouTube (https://www.youtube.com/embrapa).

Felipe Rosa (14406/RS)
Embrapa Pecuária Sul

Comentários

Mais vistas da semana

No Maranhão extrativistas da amêndoa de babaçu recebem mais R$ 450 mil em subvenções

Cebola e batata ficam mais baratas nos principais mercados atacadistas

Cafés do Brasil obtêm Denominação de Origem para a Mantiqueira de Minas

Programa de melhoramento de bovinos de carne adota critérios mais objetivos e amplia análise de rebanhos

Conab realiza pesquisa para os próximos levantamentos de grãos e café em Minas Gerais