Parceria viabiliza entrega de mudas de maracujá

 

A parceria entre a Prefeitura de Dourados, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura Familiar (Semaf), com a Embrapa Agropecuária Oeste está viabilizando a entrega de duas mil mudas de maracujá para agricultores familiares de Dourados. A Ação vai atender produtores que fazem parte do ProHorta, da Embrapa e do projeto Maracujá Agroecológico, da Prefeitura. 

O maracujá é um tipo de fruta que apresenta excelentes condições de cultivo na região da Grande Dourados, pois é originário de regiões tropicais. É um fruto que além de gerar uma excelente renda extra para os agricultores, também é rico em minerais e vitaminas, principalmente A e C. 

Ivo de Sá Motta, pesquisador da Embrapa Agropecuária Oeste, explica que as mudas de maracujá são de cultivares de tipo azedo, também conhecido como maracujá amarelo e explica que “esse tipo de maracujá tem seu preço mais acessível, do que o maracujá do tipo doce”.

As mudas de maracujá azedo, que estão sendo distribuídas são cultivares da Embrapa: Gigante Amarelo, Rubi do Cerrado e Sol do Cerrado. Ivo explica que essas cultivares foram selecionadas, pois têm uma excelente aceitação no mercado, apresentam alta produtividade, boa aparência dos frutos e são resistentes a pragas e as doenças.

Segundo o Secretário Municipal da SEMAF, Rodrigo Cordeiro esses produtores possuem conhecimento técnico, experiência com o cultivo de maracujá, pois essa fruta exige um manejo, além de estrutura adequada para o plantio das mudas, pois isso exige um investimento inicial.

A Prefeitura vai acompanhar com o apoio técnico da equipe de engenheiros agrônomos e disponibilizar apoio operacional em termos de maquinário para implantação dos campos. “Nossa meta consiste em desenvolver a cultura no município, que apresenta condições climáticas e geográficas favoráveis para o cultivo de maracujá e de outras frutas”, acrescentou Cordeiro.

Harley Nonato de Oliveira, chefe geral da Embrapa Agropecuária Oeste, enfatizou a importância das parcerias, pois potencializam as ações no sentido de levar conhecimentos e tecnologias da Embrapa à sociedade e acrescentou: “Essa ação possibilitou o cultivo das variedades melhoradas de maracujá, contribuindo com a diversificação da produção, melhoria de renda, geração de empregos e qualidade de vida no campo. Isso é a Embrapa inovando e atuando junto ao setor produtivo”.

Auro Akio Otsubo, chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Embrapa Agropecuária Oeste, explica que para definir os procedimentos e avançar nessa parceria, aconteceu uma reunião na Embrapa, na semana passada. No encontro, além de Otsubo, estiveram presentes Rodrigo Cordeiro, secretário de agricultura, Walder de Albuquerque Nunes, chefe adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento, o pesquisador Ivo Motta e o engenheiro agrônomo da Semaf, Guilherme Cardoso.

Christiane Congro Comas (Mtb-SC 00825/9 JP)
Embrapa Agropecuária Oeste

Comentários

Mais vistas da semana

GEDAVE – O que é, como funciona e pontos de atenção da etapa de Cadastro

Aprenda a controlar pragas que atacam limoeiros

Galinhas caipiras poedeiras: a avicultura adaptada a pequenas propriedades é negócio rentável e com mercado promissor

Cafés do Brasil obtêm Denominação de Origem para a Mantiqueira de Minas

Embrapa oferta material propagativo de mandiocas de indústria para o Brasil Central