Pesquisadores vão debater manejo de gafanhotos dia 27/8

 

 

Nuvens de gafanhotos migradores da Ásia, da África e América do Sul no cenário da sanidade vegetal têm deixado em alerta governos e cientistas. A recorrência do problema nos países sul-americanos tem provocado debates sobre como tratar do problema e os especialistas apontam a necessidade de estratégias de controle desses insetos. Diante disso, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Organização para a Alimentação e Agricultura (FAO) e o Centro Internacional de Biociência Agrícola (CABI-Plantwise) vão realizar a primeira webinar do Ano Internacional da Sanidade Vegetal 2020 (AISV 2020) abordando o tema Inovações e estratégias no manejo de gafanhotos.

   Essa  evento digital (de uma série que deverá acontecer por conta do AISV 2020) vai ocorrer no dia 27/8, a partir das 14h (horário de Brasília), no canal do Mapa no YouTube. O pesquisador Marcos Faria da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia (Brasília-DF)  é um dos palestrantes da webinar, que contará também com a participação da pesquisadora Belinda Luke, do CABI/Reino Unido, e mediação de Juliana Alexandre Ribeiro, auditora fiscal agropecuária do Mapa.  

   Segundo o pesquisador Marcelo Lopes, da Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, coordenador técnico da reunião digital, a expectativa dos organizadores é de que este e os eventos digitais cumpram um papel importante: o de conscientizar a sociedade a respeito de assuntos sobre o AISV 2020, entre eles o que trata das estratégias para combater os gafanhotos. 

É preciso proteger a sanidade das plantas 

  A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) declarou 2020 como o Ano Internacional das Nações Unidas para a Saúde Vegetal (AISV) tendo como primeiro objetivo aumentar a conscientização das pessoas em todos os continentes sobre como proteger a sanidade das plantas, como ajudar a erradicar a fome, reduzir a pobreza, proteger o meio ambiente e impulsionar o desenvolvimento econômico. Devido à Covid-19 as atividades programadas para ocorrer neste ano vão ser estendidas para 2021. 

   Os objetivos chave do 2020 AISV
– Criar consciência sobre a importância das plantas saudáveis para realizar a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável;
– Destacar o impacto da sanidade vegetal na segurança alimentar e nas funções ecossistêmicas;
– Compartilhar as melhores práticas sobre como manter as plantas saudáveis ao mesmo tempo em que se protege o meio ambiente.

   Para acompanhar o webinar  Inovações e estratégias no manejo de gafanhotos no dia 27/8, a partir das 14h (hário de Brasília), basta acessar o canal do Mapa no Youtube.

   Você também pode conferir mais detalhes a respeito do  Ano Internacional da Sanidade Vegetal 2020 (AISV 2020) ouvindo a entrevista do pesquisador Marcelo Lopes no podcast Café com Ciência, disponível aqui.

Maria Devanir Heberlê (MTb/RS 5297)
Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Comentários

Mais vistas da semana

No Maranhão extrativistas da amêndoa de babaçu recebem mais R$ 450 mil em subvenções

Cafés do Brasil obtêm Denominação de Origem para a Mantiqueira de Minas

Cebola e batata ficam mais baratas nos principais mercados atacadistas

GEDAVE – O que é, como funciona e pontos de atenção da etapa de Cadastro

Programa de melhoramento de bovinos de carne adota critérios mais objetivos e amplia análise de rebanhos